Estação Arqueológica da Roça do Casal do Meio

Localização: Serra do Risco (Freguesia do Castelo).

Classificação: Classificada como Imóvel de Interesse Público em 25 de Fevereiro de 1982

Estatuto de Proteção: Parque Natural da Arrábida; Rede Natura 2000

Interesse: Científico: elevado Didáctico: elevado Cultural: elevado

Vulnerabilidade: Fenómenos naturais: alta Ação humana: alta

Identificada nos inícios dos anos 60 por Octávio da Veiga Ferreira e Georges Zbyszewski. Trata-se de um monumento funerário utilizado do Bronze Final (séc. XI-IX a.C.). de falsa cúpula. Identificada em meados dos anos 60 começou a ser escavada apenas 10 anos depois. É um monumento contendo 2 enterramentos. As tendências genéricas da época, as particularidades da sua arquitectura e volumetria inéditas para o período cronológico e região e, a sua implantação singularmente expressiva na paisagem, fizeram-no ganhar estatuto de referência europeia para as cronologias do Bronze final (entre os séc. XI e IX a.C).

 Acesso condicionado: Localizado em propriedade privada, apenas é visitável no âmbito dos projetos da programação do Museu Municipal de Sesimbra