Gruta do Frade

Localização: Freguesia do Castelo

Classificação: Inexistente

Estatuto de Proteção: Parque Natural da Arrábida

Interesse: Científico: elevado | Didáctico: elevado Cultural: médio

Vulnerabilidade: Fenómenos naturais: média Ação humana: elevada

A gruta do Frade, descoberta em 1999, é uma das mais belas grutas do país. Com um desenvolvimento preferencialmente na horizontal, o seu comprimento  linear é de 340m. Esta cavidade, formada em calcários do Jurássico, encerra em si uma enorme variedade de espeleoformas altamente concentradas e combinadas entre si, lagos e sifões.

Esta gruta apresenta-se extremamente sensível no que diz respeito à sua preservação. Este facto resulta da presença de zonas argilosas intercaladas com zonas fortemente concrecionadas, principalmente as que têm mantos com superfície rugosa, que uma vez contaminados com argila, ficam irremediavelmente sujos. O forte concrecionamento e a extrema sensibilidade do mesmo, obriga a que seja limitada uma zona de passagem, de forma a minimizar o impacto no decorrer dos trabalhos, bem como a limpeza constante do equipamento, calçado e vestuário.

No que diz respeito à biospleologia, a fauna observada resume-se a mamíferos (morcegos), aracnídeos, isópodes e insectos.                                                                                                               A gruta foi considerada por especialistas internacionais  um verdadeiro laboratório, onde se reúne uma grande variedade de espeleoformas que normalmente se encontram individualmente em diversas grutas dos vários continentes”.

Acesso: Condicionado a fins científicos e de divulgação