Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Projeto Arquitetónico

 

O Cineteatro João Mota, construído em 1958 em plena Avenida Salazar – atualmente Avenida da Liberdade - foi inaugurado em 1962. É um exemplo da arquitetura do Estado Novo, de volumetria facilmente identificável na malha urbana e uma linguagem tradicionalista, inserida na estética solene e pesada do Estado Novo, embora sem a monumentalidade e qualidade de revestimentos característicos da arquitetura dessa época.

Tratava-se de uma sala de espetáculos com capacidade para a representação de peças de teatro e para a projeção de filmes, de arquitetura modernista, pensada decerto para uma vivência mais sazonal e de férias de quem morava nas cidades, contribuindo para criar uma ideia de cultura urbana, de animação e vida coletiva.

Neste sentido, o edifício pode ser considerado um importante testemunho da história da vila, na medida em que se assume como um espaço de memória, fazendo parte do passado histórico de Sesimbra e da sua identidade local.

Após o seu encerramento ao público que ocorreu em 1997 o Cineteatro foi permanecendo desligado da vivência urbana e do quotidiano da população. Com a celebração do protocolo com o Instituto Português do Livro e das Bibliotecas (IPLB), em 1998, para a instalação de uma Biblioteca Municipal, tipo BM2 foi dado o primeiro passo no sentido da alteração desta realidade. A importância histórica desta peça do património edificado da vila legitimou a respetiva recuperação do edifício e a sua reconversão e ampliação para a (re)instalação da primeira biblioteca da Rede de Leitura Pública do Concelho.

Com a inauguração da Biblioteca Municipal de Sesimbra, a 24 de Setembro de 2005, iniciou-se um novo período da história do edifício que, após a intervenção subjacente ao concurso de arquitetura, passou a integrar novamente os circuitos públicos e culturais da vila de Sesimbra e que se deseja que venha a constituir um polo dinâmico de cultura e de lazer a nível local.

Pretendeu-se, desta forma, dignificar, valorizar e vitalizar este edifício, cujo significado apela a uma ação regeneradora que confira ao imóvel um papel interveniente na vida do Concelho, vocacionado para a fruição cultural e pública. Com uma área bruta total de cerca de 3 mil e 500 metros quadrados este equipamento constituído pela Biblioteca Municipal de Sesimbra e pelo novo Cineteatro Municipal João Mota que deverá contemplar, também em articulação com a Biblioteca, as valências de cinema, teatro, espetáculos musicais e de dança constituir-se-á como um importante polo agregador de cultura e um espaço de referência a nível cultural e de lazer.

O projeto de arquitetura, a fim de adaptar o edifício a biblioteca, mantendo a valência de Cineteatro, foi conduzido pelos arquitetos Costa Pecegueiro, João A. Rei e Gonçalo Andrade. A esse nível verificou-se um respeito pela traça original do edifício ao mesmo tempo que se incluíram algumas soluções arquitetónicas contemporâneas mas que resultaram numa sintonia com a malha urbana envolvente, respeitando a arquitetura pré-existente e articulando-se com ela constituindo um forte elemento polarizador da vida urbana de Sesimbra, na medida em que se assume como um espaço aberto à comunidade, pretendendo inserir-se profundamente no seu quotidiano.

É importante apostar na recuperação das construções existentes e dos elementos de valor histórico e patrimonial que a constituem, preservando a autenticidade do imóvel. Deverá simultaneamente dar resposta às novas exigências de funcionalidade, assumindo a presença dos valores da arquitetura qualificada, como um meio de valorização do património e de atracão de públicos.

Os conteúdos programáticos implementados inseriram-se nas componentes cultural e lúdica defendidas para o conjunto do edifício. Pela sua importância em termos históricos e patrimoniais e pela sua excelente localização na vila de Sesimbra, verifica-se que a profunda remodelação da estrutura existente do edifício do Cineteatro João Mota pode vir a impulsionar uma necessária requalificação urbanística do Centro Histórico de Sesimbra.

Município de Sesimbra © 2015 | Todos os direitos reservados