Rua Olinda da Conceição

http://www.cm-sesimbra.pt/ruascomhistoria/wp-content/uploads/2014/10/olinda-conceicao.jpg

Olinda da Conceição
(1876-1943)
Operária, dirigente sindical

Conhecida operária sesimbrense, destacar-se-ia como importante figura na luta pelas causas femininas. Enquanto representante da Associação de Classe das Operárias Conserveiras e Costureiras de Sesimbra, esteve na origem da criação da Federação Socialista do Sexo Feminino, matéria desenvolvida em sessão solene realizada em Lisboa, a 17 de julho de 1897, no Grémio Socialista dos Anjos.

O impacto causado pelo surgimento desta Federação atrairia as atenções da comunicação social, registando-se várias referências em forma de notícia nos jornais Paiz, Vanguarda, O Século e A Federação, que em várias edições de julho de 1897, noticiavam o nascimento desta Federação criada e pensada pela defesa das mulheres, fazendo referência a Olinda da Conceição.

Conforme certidão de nascimento, Olinda era filha de Ambrósio Justiniano e Fausta Rosa. Nasceu em 07 de setembro de 1876 e faleceu em 30 de julho de 1943. Por seu lado, a certidão de casamento regista a sua união com José Marques Carapinha, em janeiro de 1899.

2015 - Topo sul

Fonte:

Arquivo de Toponímia.

Histórico do topónimo:
Rua Olinda da Conceição [2014-hoje]
Deliberação:
16.04.2014
Concelho:
Sesimbra
Freguesia:
Santiago
Localidade:
Sesimbra
Extremos:
Início: Estrada de Argéis
[38°26'46,10''N 9°5'46,33''W]
Fim: Sem Saída
[38°26'50,58''N 9°5'47,72''W]
Extensão:
165m
Tipo de Pavimento:
Betuminoso
Transitável:
Sim
Documentação:
Deliberação de Câmara (Proposta 16.04.2014)
Mapa:
Ver todas as ruas do concelho